A suíte secreta do Magic Kingdom

Depois da nossa série de artigos falando sobre os hotéis do Walt Disney World (se você ainda não leu, vale a pena!), existe mais um quarto a ser mencionado, no entanto, essa suíte é tão especial que merece seu próprio post.

Você nunca ouviu falar sobre a suíte no Castelo da Cinderela? Provavelmente já se perguntou se lá existia alguma coisa, além do restaurante. Sim! O castelo ― além de obviamente ser a casa da Cinderela e do Príncipe Encantado ― possui uma suíte no quarto andar, voltada para a parte de trás, com vista para a Fantasyland.

A história da Cinderella’s Castle Suite é muito interessante, pois começa junto com a construção do castelo. A primeira ideia foi fazer um quarto para a família Disney, para que estes pudessem se hospedar com privacidade estando na Florida, assim como Walt fazia na Disneyland. No entanto, logo após a inauguração do Magic Kingdom, Roy Disney (irmão de Walt) faleceu, acarretando muitas mudanças na empresa e na vida da família Disney, e assim fazendo com que a suíte perdesse seu propósito. No entanto, o local já havia sido construído, apesar de nunca ter sido decorado. Diferentemente do que muitas pessoas dizem, esse local não ficou inutilizado por 30 anos e sim foi transformado em uma central telefônica para a equipe de reservas do complexo. Após o crescimento da empresa, o quarto já não dava mais conta do número de atendentes e então, novamente ficou vazio. Somente em 2005, a ideia de transformar aquela sala em uma suíte foi aprovada, e a construção do local mais exclusivo da Walt Disney World começou a tomar forma. Em 2007/2008 a empresa criou a promoção: “Ano de um milhão de sonhos”, quando sorteavam a estadia na suíte. Demorou aproximadamente 2 anos para completar a reforma de um espaço de, no máximo 60m— uma vez que você entra nele, você entende exatamente o porquê!

A entrada fica logo após o arco de entrada do castelo, numa porta de madeira imitando uma porta medieval —que na verdade passa totalmente desapercebida, uma vez que na parede em frente, temos os mosaicos que recriam a história da Cinderela. Esta porta te leva para uma antessala, com uma decoração super rebuscada, tapeçarias nas paredes, uma mesa e um relógio que sempre marca meia-noite (claro!). Ao lado, temos uma porta dourada que dá acesso ao elevador. Para acessar este elevador é necessário uma chave especial.

Subindo até o andar da suíte, você chegará a um hall onde o chão de pastilhas forma um mosaico com a imagem da carruagem de abóbora. O teto possui um lustre de cristal e nas paredes temos quadros com artes originais do filme e um pequeno armário com três prateleiras. Na primeira, temos o sapatinho de cristal (realmente feito em cristal e avaliado em torno de 20.000,00 dólares); na segunda, uma coroa e um cetro incrustados de jóias e brilhantes; e na terceira, três abóboras de vidro.

Com a mesma chave especial você pode abrir a porta para a suíte. Logo na entrada, duas camas queen em estilo medieval com baús na frente de cada uma, contendo os roupões de banho. O chão possui pontinhos de brilhante que reluzem o tempo todo e a parede da esquerda é feita de pedra com uma enorme lareira e (ao que parece) um quadro da Cinderela. Digo “parece” pois, uma vez que se chega mais perto, percebe-se que o quadro, na verdade, é uma televisão. Nele, a pintura da Cinderela é como um “descanso de tela”e foi feita com a imagem da mulher que inspirou a própria personagem do desenho. Com um toque no controle remoto do quarto, a pintura sai com uma animação imitando um passe de mágica e te leva para os canais normais. Outro destaque é a própria lareira. Devido ao tamanho do quarto e à sua localização, o corpo de bombeiros não deu autorização para que a lareira fosse real. No entanto, os Imagineers (equipe de desenvolvimento da Disney) construíram uma lareira artificial — que desde ser “acesa” até o estalar do fogo e fagulhas queimando, o som e luzes —imita de uma forma quase que real, uma lareira verdadeira.

Ao lado direito desta parede temos cortinas que separam este quarto principal de uma pequena saleta. Nesta, temos um sofá-cama e uma poltrona. Atrás do sofá podemos apreciar um vitral com cenas da história da Cinderela e uma incrível vista para o parque. Em frente ao mesmo sofá, uma outra moldura que lembra um quadro, só que com um espelho no meio. Claro que o espelho também vira uma televisão com um toque no controle!

Já ao lado esquerdo do quarto principal, temos a entrada para o banheiro. Este possui uma dupla de pias, um chuveiro, um local separado com o vaso sanitário e uma banheira que irá tirar a sua atenção de qualquer outro detalhe. A banheira, cercada por mosaicos que mostram o castelo e uma paisagem, possui algumas pastilhas de ouro 14k. O teto acima é feito com fibra ótica imitando um céu estrelado e as próprias luzes da banheira mudam de cor. Um lugar próprio para tomar um banho bem demorado.

Centenas de outros detalhes podem ser vistos na suíte, de pequenos itens de decoração até móveis encontrados nas lojas mais específicas do mundo. Quando os Imagineers constroem uma atração, ou um local assim, as peças de decoração são compradas nos países que inspiram a história do local. Neste caso, a decoração foi trazida da Alemanha, França e Inglaterra. Muitos dos itens são peças raras e únicas — os que tinham outra peça igual disponível foram comprados em dupla, para o caso de uma ser danificada.

O acesso à suíte é bem restrito, até mesmo para funcionários! Somente as melhores camareiras recebem treinamento para limpar o quarto, que chegam até a escovar as cortinas para deixá-las perfeitas. Muitos poucos integrantes da equipe do Guest Relations recebem o treinamento de serem guias e responsáveis por ela, assim como só uma gerente a coordena.

Não é possível alugar ou pagar para ficar nela, muito menos pedir ou implorar. A estadia na suíte é sorteada ou oferecida em troca de algum serviço importante que fora prestado à Disney. Até mesmo artistas e famosos são recusados! Existem registros de ofertas de mais de 50.000 dólares por uma noite, e todas em vão.

Caso um dia você tenha a sorte de ser escolhido, aproveite muito, pois é uma experiência única, que o dinheiro não compra. Porém quem sabe um dia esse sonho não se realiza, né?

Gostou? Compartilhe:
Gabriel Costa

Gabriel Costa

Sou formado em Relações Internacionais, ex-funcionário da Disney e guia da Braun Turismo. Sou curioso e tenho vontade de conhecer sempre novas culturas e costumes. Tenho a Disney como uma paixão, e adoro me perder em suas histórias. Quer falar comigo? Mande um e-mail para gcss_1@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *